Hannyah

Hannyah é bailarina e professora de Dança do Ventre e Folclore Árabe e iniciou seus estudos em 2002. Aprimorou seus conhecimentos e segue estudando com profissionais renomados do Brasil e do Exterior. Atualmente ministra aulas regulares em sua escola, Hannyah Estúdio de Dança do Ventre e Folclore Árabe em Porto Alegre-RS.

Em 2010 foi avaliada no Egito pelo empresário Omar Naboulsi da Bellydance© obtendo aprovação para trabalhar nos países árabes. Há anos realiza diversos eventos árabes em Porto Alegre, divulgando a arte da Dança do Ventre. Recebeu homenagem especial na 12ª FIEL por sua contribuição para o desenvolvimento da dança do Ventre no Brasil.

Em 2011 tornou-se credenciada às Escolas Luxor de SP e passou a organizar o Glam Luxor Festival Internacional de Dança do Ventre que já contou com a participação dos mestres egípcios Yousry Sharif, Raqia Hassan, Mohamed Shahin e Tito Seif. O evento foi indicado ao Prêmio Açorianos 2013 pela oportunidade de qualificação técnica e de intercâmbio de conhecimentos.

Em 2013 Hannyah participou do Edital Intercâmbio e Difusão Cultural do Ministério da Cultura (Governo Federal), através de projeto elaborado por sua aluna Miele Ribeiro, consultora em projetos sociais e culturais. O projeto foi aprovado para sua participação no festival do Egito como uma das representantes do Brasil.

Fundou sua cia de dança, o Ahlam Dance Group, cujo nome foi sugerido pelo mestre Mohamed Shahin durante a terceira edição do festival Glam Luxor. Neste mesmo ano, abriu sua escola em Porto Alegre, o Hannyah Estúdio de Dança do Ventre e Folclore Árabe.

Em 2014, passou a realizar em parceria com a Maktub Travel a excursão Egito Maravilhoso e em 2016 a Excursão Marrocos Maravilhoso.

Lançou o CD “Baladi Ya Wad” ao lado do mestre egípcio MOHAMED SHAHIN Álbum de música oriental para bailarinos e bailarinas da Dança do Ventre. O CD contém cinco composições originais e quatro regravações e foi gravado no Cairo com alguns dos melhores músicos e cantores do mundo árabe, composto e regravado pelos mais influentes compositores do Egito: Maestro Monir Abd Elaziz, e percussão feita pelo mestre do Tabla Negm Nabil.

Foi capa da conceituada revista de Dança do Ventre, Revista Shimmie (Edição 26 / Regional- representando seu Estado, o Rio Grande do Sul).

Indicada pelo segundo ano consecutivo ao Prêmio Açorianos por sua atuação local trazendo professores internacionais para a evolução da cena da dança do ventre em Porto Alegre

Dirige o projeto Ação Solidária entre Bailarinas, evento que visa ajudar pessoas necessitadas através da dança. Sua primeira edição arrecadou quase uma tonelada de alimentos não perecíveis que foram distribuídos para diversas instituições através da ONG Ação da Cidadania – Contra a fome e a miséria.

Lançou em 2017 o seu novo festival, Baladi Ya Wad – Dance Festival com o de ser mais uma excelente opção de festival onde é possível estudar com grandes nomes da dança. Além da receptividade a todos os estilos nos mais diversos tipos de shows do evento, o festival busca manter vivo o estilo tradicional e proporcionar às bailarinas o reconhecimento de seu empenho e ajudar a alavancar sua carreira

Participou como bailarina e professora em diversos países como Venezuela, Peru, Itália, Espanha, República Dominicana, França e pelo quinto ano consecutivo participará como mestra do Ahlan Wa Sahlan no Egito.

contato@hannyahbellydancer.com

FacebookYouTube